0item(s)

O seu carrinho de compras está vazio.

Product was successfully added to your shopping cart.

A Viagem

Visão rápida

O produto total da sua venda reverterá, inteiramente, para esse fim.
Se tiver capacidades e se for esse o seu sonho, ninguém deve ser impedido de estudar por falta de dinheiro. Tudo o que possamos fazer para evitá-lo, deve ser feito.
Se isto também é importante para vós, queridos amigos, participem nesta causa.

Detalhes

Meus queridos Amigos, deixem-me contar-vos uma pequenina história: Era uma vez um casal de lavradores, que vivia numa pequena aldeia encarrapitada na encosta da serra, sustentada por pequenos socalcos onde não entrava qualquer tipo de máquina para poder trabalhá-los. Só a força humana fazia emergir das suas entranhas os alimentos para manter a vida das suas gentes. Para sair da aldeia, só a pé, de burro, ou a cavalo. O autocarro para a cidade passava a horas de distância, a caminhar-se por veredas íngremes (estou a falar-vos dos anos 50). Esse casal teve cinco filhos: uma menina, três rapazes - os quatro muito próximos – e, mais tarde, outra menina. Todos foram os melhores alunos da sua classe, na sua escola da aldeia. A filha mais velha fez a quarta classe e foi para a cidade estudar. Ora, além dos livros, propinas (que pagou apenas no 1º ano) e do material escolar necessário, tinha de pagar a pensão, todos os meses, que era o mais caro e, portanto, o mais difícil: um lavrador, com muito trabalho, se não vier uma seca ou uma enxurrada que destrua o trabalho de meses, tem fartura de tudo. Mas não tem dinheiro. Não pode trazer quatro filhos a estudar, a pagar pensão, na cidade, ao mesmo tempo. E os três rapazes ficaram a trabalhar a terra. No devido tempo, só a menina mais velha e a mais nova estudaram. Os três rapazes também estudaram. Mais tarde. Não para mudarem a orientação da sua vida, mas porque a inteligência lhes pedia mais conhecimento. Daí, este livro, “A VIAGEM”. Escrevi-o depois de um passeio que fiz à Noruega, em 1996, cujo Sistema Escolar me encantou: ninguém lá deixava de estudar por falta de meios económicos. Editei-o agora, com a finalidade de ajudar a concretizar um projeto de Bolsas de Estudo do Lions Clube de Barcelos. Este livro é uma narrativa de factos reais, que aconteceram na íntegra, como o descrito, durante uma viagem aos países da Escandinávia em finais de julho de 1996, encanastrados num conjunto de personagens ficcionadas, que vão partilhando entre si informações e experiências, fruto de outras viagens feitas, que me alimentaram a alma. É um livro que narra uma viagem, mesclada de várias viagens. Voe nas suas asas e experimente um pouco da emoção que me fizeram sentir. Quem esteja habituado a este tipo de férias não estranhará o entrelaçar de personagens e a facilidade com que se criam subgrupos, que mutuamente se enriquecem culturalmente com as experiências de cada um. Toda a narrativa se desenvolve sob os holofotes do ambiente e da época em que a viagem aconteceu. Jeracina Gonçalves

Informação Adicional

Nome do Autor 1 Jeracina Gonçalves
Nome do Autor 2 Não
Editor Não
Tipo de Papel Brnco 80 gr.
Formato A5
Tipo de Impressão Preto e Branco
Tipo de Encardenação Capa Mole
Número de Páginas 114