0item(s)

O seu carrinho de compras está vazio.

Product was successfully added to your shopping cart.


ISBN 2015 - Novas regrasNo dia 31 de dezembro de 2014 a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros - APEL, Agência Nacional Portuguesa do ISBN, deixa de contar com o apoio financeiro da Secretaria de Estado da Cultura que, nos últimos anos, tem subsidiado uma parte dos custos operacionais da agência e tem permitido manter este serviço público gratuito. Por isso, a partir de 1 de janeiro de 2015 a APEL vê-se obrigada a cobrar este serviço, seguindo práticas e procedimentos que já vigoram em inúmeros outros países.

Assim e em consonância com a Agência Internacional do ISBN, que está a acompanhar todo este processo, a partir de 1 de janeiro entram em vigor novas regras:

· Sócio da APEL (que queira usar este serviço): aumento de 10% da quota anual.

Pode ainda anunciar o seu livro de forma mais rápida e cómoda. Na sua área pessoal pode criar uma página de autor onde irá constar todos os seus livros editados, colocar informação sobre o seu trabalho ou mesmo um breve curriculum, e assim divulgar e partilhar.

Editar livros a pedido, print-on-demand, é o nosso propósito.

· Não sócio da APEL: pagamento de acordo a seguinte Tabela de Preços*:

Estamos nele com verdadeira paixão.



· A atribuição do prefixo de editor ou dos números ISBN depende do correto preenchimento do formulário que será disponibilizado unicamente em formato eletrónico, no site da APEL, estando a sua atribuição dependente da regularização de dívidas à associação, decorrentes da condição de associado ou da aquisição de quaisquer serviços ou benefícios. Acresce que, no caso das organizações não associadas, os prefixos só são atribuídos após a boa cobrança do valor a pagar pelo pedido realizado.

· A APEL procurará assegurar a satisfação de todos os pedidos no mais curto prazo de tempo, nomeadamente até ao final do dia útil seguinte ao da entrada do formulário, desde que os pedidos de prefixo ou de número identificativo estejam completos e em conformidade com os parâmetros definidos pela Agência Nacional do ISBN.

· Mantêm-se em vigor os prefixos atualmente atribuídos e até que sejam esgotados

· Segundo as diretrizes da Agência Internacional de ISBN, cada chancela tem de ter o seu próprio prefixo de editor, ainda que pertença a um grupo editorial e partilhe do mesmo NIF que a editora principal

Pedidos de ISBN