0item(s)

O seu carrinho de compras está vazio.

Product was successfully added to your shopping cart.

Crónicas do Amor Impossível

Visão rápida

Mário de Andrade definiu para sempre: amar é verbo intransitivo. O amor atrai pela promessa do bem, mas cutuca uma ferida narcísica: expõe nossa carência, nossa incompletude. Quando amamos, sofremos porque vemos no outro tudo o que nos falta e queremos. Sofremos porque temos medo de que o outro nos abandone, levando consigo uma parte nossa que nos desabita. Se não amamos, sofremos porque não temos com quem compartilhar o que temos. Se não somos amados, não adianta ter o que compartilhar.

Stock: Esgotado

9,99 €

Detalhes

Mário de Andrade definiu para sempre: amar é verbo intransitivo. O amor atrai pela promessa do bem, mas cutuca uma ferida narcísica: expõe nossa carência, nossa incompletude. Quando amamos, sofremos porque vemos no outro tudo o que nos falta e queremos. Sofremos porque temos medo de que o outro nos abandone, levando consigo uma parte nossa que nos desabita. Se não amamos, sofremos porque não temos com quem compartilhar o que temos. Se não somos amados, não adianta ter o que compartilhar. Assista aqui os video-poemas: http://sergioprof.wordpress.com/video-poema/ Baixe o audiobook: http://www.4shared.com/mp3/F9OoYRGl/capitulo1-o_que_foi_perdido_64.html

Informação Adicional

Nome do Autor 1 Jardim
Nome do Autor 2 Sergio Almeida
Editor Ricardo Bernardes
Tipo de Papel Munken 80 gr.
Formato A5
Tipo de Impressão Preto e Branco
Tipo de Encardenação Capa Mole
Número de Páginas 120